LEGISLAÇÃO PROFISSIONAL DA ARQUITETURA

Promoção!

LEGISLAÇÃO PROFISSIONAL DA ARQUITETURA

R$98,00 R$88,00

José Roberto Fernandes Castilho é bacharel, mestre e doutor em Direito pela USP e Procurador do Estado de São Paulo, aposentado, é professor do Departamento de Planejamento, Urbanismo e Ambiente da FCT/Unesp. Leciona Direito Fundiário na graduação em Engenharia Cartográfica e de Agrimensura dessa instituição.

Tem, dentre outras, as seguintes obras publicadas pela Editora Pillares em livros físicos e digitais: Disciplina Urbanística da Propriedade – o lote e seu destino (3ª ed., 2010); Legislação Profissional da Arquitetura (1ª ed., 2014); Legislação Básica de Direito da Informática (2016, 2ª ed. a sair em breve); O Arquiteto e a Lei – elementos de direito da arquitetura (3ª ed., 2017); Legislação Urbanística Básica – coletânea de legislação de direito urbanístico (em colaboração com Marcelo Tadeu Mancini, 3ª ed., 2018); Ainda editou as seguintes obras: Paul de Kock, A grande cidade: um  retrato de Paris no começo do século XIX (contos e crônicas, 2015); A Cidade entre o Direito e a História – pequena antologia de história urbana (2019); José Vieira, O bota-abaixo – crônica de 1904 (2019).

Descrição

2ª edição 2019

José Roberto Fernandes Castilho

ISBN 978-85-8183-126-8

Brochura

376 páginas

 

Sumário

  1. Legislação brasileira básica
  2. Regulações estrangeiras da profissão

III. Disciplina ética dos arquitetos brasileiros

  1. Outros códigos de ética
  2. Direitos autorais
  3. Assistência Técnica Pública e Gratuita

VII. O arquiteto como profissional liberal: o Código Guadet

Anexo – Textos diversos

Resenha

A 1ª edição do presente livro é de 2014 e teve grande sucesso, sobretudo nas graduações em Arquitetura e Urbanismo, considerando a necessidade do estudo das normas que disciplinam o trabalho técnico-profissional do arquiteto. A Arquitetura é uma profissão liberal e, assim, os integrantes dela devem atuar de acordo com uma pauta de princípios, normas e valores estabelecidos tanto pela lei, de 2010, quanto pelo Conselho Profissional (CAU). Neste último caso está o Código de Ética e Disciplina (CED), de 2013, o primeiro específico para arquitetos porquanto o Conselho fora criado em 2010.

Se o arquiteto tem autonomia para desenvolver aquilo que ele considera o melhor projeto para seu contratante, tem ele de saber que há responsabilidades – civis, criminais e disciplinares -derivadas das decisões que tomar. Autonomia não é liberdade. E os profissionais precisam ter ciência de sua vinculação ao Conselho bem como às normas que ele edita, com grande frequência, para garantir a qualidade na prestação de serviços no campo da Arquitetura e Urbanismo.

Para a presente reedição, a obra foi amplamente revista e atualizada e ganhou um Anexo com diversos textos que discutem aspectos éticos e legais da profissão, escritos pelo autor a partir de 2014. Alguns deles foram publicados na revista eletrônica Vitruvius e em outros veículos.

Informação adicional

Peso 0.600 kg
Dimensões 23 × 16 × 3 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “LEGISLAÇÃO PROFISSIONAL DA ARQUITETURA”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de…